Foco do Brasil

Presidente Jair Bolsonaro discursa na entrega de veículos do MOBSUAS

Imagem: Alan Santos/PR

Florianópolis/SC – 04/02/2021

Santa Catarina, o estado que me deu em primeiro lugar, que me deu a dianteira na corrida presidencial.

Eu tenho um carinho muito especial por todos vocês, obviamente levando-se em conta muitos parlamentares naquela época acreditaram em mim e não foram poucos, de modo que a minha gratidão por vocês é imensa.

Então, mais do que qualquer coisa para mim vir aqui é ver vocês.

Inclusive este local pertence, ainda não pertence, não é? Não pertence, mas é a sede da nossa Polícia Rodoviária Federal, o terreno é particular e vamos com a bancada aqui buscar uma alternativa de modo que aqui, sim, seja para sempre a sede da nossa Polícia Rodoviária Federal.

Polícia essa que, ao longo dos últimos anos, vem nos proporcionando muitas alegrias com as suas ações, em especial depois de abril do ano passado, muito obrigado a vocês, vocês são motivo de orgulho para todos nós brasileiros.

Dizer a vocês, como os parlamentares aqui presentes bem sabem, cada vez fica mais difícil se administrar um país, um país gigante como o nosso por vários motivos, não queremos culpar quem nos antecedeu, mas pegamos um Brasil quebrado, econômica, ética e moralmente, e nós, aos poucos, vamos mudando o Brasil com a participação do nosso Congresso Nacional, somos independentes no que está escrito na Constituição, mas, na prática, nós somos um só corpo, o que vocês fazem lá, eu sanciono aqui, o que eu mando para lá, vocês aprovam lá.

Obviamente temos algumas diferenças, alguns senões, mas eu acredito, em especial após essas últimas eleições que começaram dia primeiro de fevereiro, o Parlamento deu sinais de que quer trabalhar, não quer ficar refém de uma só pessoa e era uma só pessoa que criava alguns obs para nós, tenho certeza que a partir do dia primeiro, em especial pelo placar no qual eu torci por ele, fui simpático aos dois candidatos e os números bem comprovaram que a maioria do Parlamento quer também cada vez mais ter a liberdade para fazer o melhor para o nosso Brasil.

Ninguém tem o que nós temos, quando se conversa com um estrangeiro a primeira pergunta é: o que está errado no Brasil? E o nosso país, o nosso povo vai entendendo cada vez mais o que está errado, onde é que nós temos que botar o dedo para mudar?

Não quero criticar quem quer que esteja aqui, me dirijo a minha querida imprensa brasileira, vocês são importantíssimos para nós e o produto de vocês é a verdade.

Quando qualquer setor da sociedade se politiza além dos partidos políticos, isso é um péssimo sinal para aquele país, para aquele estado ou para aquele município, da minha parte jamais ouvirão falar em controle social da mídia ou democratização da mesma, essa democratização entre aspas, duvido, alguém no Brasil desde antes da campanha, apanha, apanha, apanhava e continua apanhando mais do que eu.

Mas isso apenas serve para me fortalecer, e toda vez que chego a qualquer lugar do Brasil e tenho a recepção que tive como agora pouco em Cascavel e agora no meio de vocês, isso bem comprova que nós estamos fazendo a coisa certa.

Agora não é fácil administrar, me dirijo aqui aos senhores prefeitos que têm dificuldades também, ao senhor governador que tem dificuldades também, mas quando nós podemos escolher quem vai nos assessorar, ministros e secretários, isso torna-se viável, possível a gente vê brilhar nos olhos de cada brasileiro à luz da esperança e nós temos que ter esperança, temos que acreditar, tem que criticar cada um de nós, mas criticar realmente de forma construtiva e não fazer política em cima de alguma coisa que porventura esteja dando errado naquele governo.

A vida do administrador que faz a coisa certa fica mais difícil porque é mais fácil fazer errado, buscar agradar a todos, eu não quero agradar ninguém, eu quero ter a consciência tranquila e poder dizer à minha família que o sacrifício daquele momento não está sendo em vão, esse momento hoje aqui entregando viaturas, cujo o recurso não é meu nem dos deputados, é de vocês.

Um governo não pode fazer nada sem tirar de vocês mesmos, então é por isso que devemos cada vez mais zelar pela coisa pública e podem ter certeza: a época das depurações chegou, tenham certeza por ocasião das eleições do ano que vem, teremos um Executivo ou Executivos no caso estaduais, federais, legislativos estaduais e federal muito mais, muito melhor daqueles que nos antecederam, os bons continuarão, aqueles que souberem se comportar ao longo da diversidade não querendo buscar apenas comodidades prevalecerá e assim deve ser o critério de seleção entre nós.

Existe prezados senadores, Berger, Amim e Jorginho, milhares de pessoas melhores do que nós, milhares e milhares, mas essas pessoas têm que aparecer, tem que aparecer e como digo no linguajar militar, botar a cara fora da toca para levar tiro, para mostrar que realmente ele quer fazer algo para o seu país, pelo seu estado e pelo seu município.

Não nos acovardemos, não nos escondamos, cada vez mais devemos aparecer na hora do perigo, como tivemos na questão da pandemia, ainda temos e não devemos nos acovardar, se omitir, buscar aí apenas compaixão, lamentamos cada morte havida no Brasil, não interessa a causa dela, mas não podemos fazer com que medidas para poder conter uma pandemia no futuro venham causar mais mortes que o próprio vírus.

O Governo Federal fez sua parte, os governadores e prefeitos receberam recursos e meios nossos em grande parte foram usados realmente com zelo, agora é uma pandemia que veio para ficar, não adianta ficarmos nos lastimando, fazendo placares daquilo que de ruim vem acontecendo, vamos lutar, vamos vencer, vamos investir na nossa vacina, nós estamos trabalhando nesse sentido com o ministro Marcos Pontes, faltam poucos milhões para ele dar mais um passo na busca deste bem e eu sempre disse uma vez aprovada pela mídia, sem pressão de ninguém, a vacina será comprada.

Ninguém fala por mim diante de uma Agência seja qual for e a Agência que está em destaque no momento é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a nossa Anvisa, que tem um histórico de trabalho muito bom ao longo de mais de uma década e tenho certeza de continuar fazendo esse trabalho.

Na minha live de hoje, que eu devo passar para as 20 horas, que tem mais de 400 mil pessoas assistindo entre aqueles que pegam o nosso sinal, convidei, porque ele não trabalha comigo, convidei o chefe da Anvisa, o almirante, médico Barra, e ele estará à disposição lá, no caso no Programa Pingo nos Is, para esclarecer o que vem acontecendo na Anvisa, o seu trabalho e como eles têm contribuído para cada vez mais não só vacinar as pessoas bem como buscar meios para bem atender a todos em nosso Brasil.

Então meus amigos de Santa Catarina, é uma honra muito grande estar aqui, entendo que estou aqui por graça de Deus, primeiro uma segunda vida que ele me deu e depois quase um milagre, uma questão de uma eleição de um presidente sem chances que, ao longo do nosso trabalho, muitas pessoas vieram a reboque, umas fizeram e estão fazendo um trabalho excepcional, outras nem tanto, é do ser humano, mas nós esperamos que todos nós venhamos cada vez mais mudar, nos aperfeiçoar para bem servir a vocês, porque esse é o trabalho de cada político.

O político produz felicidade e nós queremos que vocês sejam felizes com o nosso trabalho.

Agradeço então agora aqui por este ato, por este momento, à bancada de Santa Catarina, deputados e senadores que destinaram recursos do orçamento que não é meu, nem deles, nem de vocês, para comprarmos essas viaturas que serão muito bem usadas por parte dos nossos prefeitos diante de praticamente de todos os municípios de Santa Catarina. No mais, prezado governador, governadora, senadores, deputados, o que for possível nós fazermos por intermédio dos nossos ministros, nós faremos com muito prazer para todos vocês.

Obrigado a todos e até uma nova oportunidade se Deus quiser.

Compartilhe:

PRÓXIMAS NOTÍCIAS