Foco do Brasil

Bolsonaro segue internado sem previsão de alta, mas evoluindo de forma satisfatória Andreia Luiza Matias - 15/07/21 12:51

Imagem: Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro segue internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Por meio de Nota Oficial, a secretaria de Comunicação do Governo divulgou o boletim médico do presidente Jair Bolsonaro, no início da tarde desta quinta-feira (15).

“O Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, segue internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, evoluindo de forma satisfatória clínico e laboratorialmente. Permanece o planejamento terapêutico previamente estabelecido. O Presidente segue sem previsão de alta hospitalar”, afirma a nota.

Os filhos de Jair Bolsonaro também comentaram em suas redes sociais o estado de saúde do pai, no final da manhã desta quinta-feira.

“Presidente evoluiu para melhor, acordou bem disposto e, a continuar assim, não precisará fazer cirurgia! Obrigado a todos pelas orações!” disse o senador Flávio Bolsonaro, que junto com o texto destacou a hastag #QuemManouMatarBolsonaro.

Já o deputado Eduardo Bolsonaro, gravou um vídeo no Telegram, segundo ele para esclarecer algumas informações que estariam sendo divulgadas de forma desencontrada. De acordo com Eduardo, houve uma aderência na parede do intestino do presidente, que impedia a passagem de alimentos, o que causou acúmulo de líquidos no estômago de Bolsonaro. Segundo Eduardo foi retirado cerca de 1 litro de líquido do estômago de Jair o que trouxe certo alívio ao presidente.

“Aliviou a dor, ele ontem estava reclamando de dor, mas dores leves. Com esse quadro há possibilidade de cirurgia, mas também a possibilidade, uma esperança, de que essa dobra se desfaça naturalmente. Então os médicos estão a todo momento fazendo essa avaliação de se faz uma cirurgia ou se deixa mais um tempinho para ver se consegue resolver naturalmente”, disse Eduardo.

Eduardo afirmou, ainda, que o presidente estaria preocupado e questionando se poderia comparecer à motociata, marcada para acontecer no próximo sábado (17) em Manaus. Eduardo descartou a presença de Jair no evento, uma vez que ele deve seguir cuidando de saúde nos próximos dias. O deputado também informou que Bolsonaro está sendo acompanhado de perto pela primeira dama Michele Bolsonaro e pelo filho Carlos.

O presidente foi internado com dores abdominais na madrugada desta quarta-feira (14), no Hospital das Forças Armadas (HFA) em Brasília, o médico que cuida de Bolsonaro, Antônio Macedo, foi à capital avaliar o estado clínico do presidente e achou por bem transferi-lo para São Paulo. Antônio Macedo é o especialista que cuida de Bolsonaro desde que ele sofreu uma tentativa de assassinato durante as eleições de 2018, em Juiz de Fora.

Segundo nota divulgada pela equipe médica, ainda na quarta-feira, o presidente deve permanecer em intenso “tratamento clínico conservador“, e a necessidade de cirurgia foi inicialmente descartada. O comunicado informou que o presidente realizou “avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem”. O diagnóstico médico apontou que o presidente sofreu uma obstrução intestinal e deve seguir em observação.

Na quarta-feira o presidente se comunicou por meio de suas redes sociais. Em uma das postagens ele passou uma mensagem de confiança aos brasileiros.

Peço a cada um que está lendo essa mensagem que jamais desista das nossas cores, dos nossos valores! Temos riquezas e um povo maravilhoso que nenhum país no mundo tem. Com honestidade, com honra e com Deus no coração é possível mudar a realidade do nosso Brasil. Assim seguirei!”, disse ele.

Em outra postagem nos perfis do presidente uma foto com a legenda: “Estaremos de volta em breve, se Deus quiser. O Brasil é nosso!”

Durante a noite, um grupo de apoiadores se reuniu na porta do hospital para fazer orações pelo presidente. Pelas redes sociais pessoas fizeram correntes de oração pela recuperação de Bolsonaro. Opositores do presidente, incluindo parte da velha mídia, fizeram ataques a Bolsonaro. Por volta das 9h desta quinta-feira, apenas membros da imprensa se reuniam na porta do hospital.

Compartilhe:

PRÓXIMAS NOTÍCIAS