Foco do Brasil

Bolsonaro exalta investigação do Senado dos EUA e destaca péssima atuação do brasileiro Andreia Luiza Matias - 14/06/21 13:33

Imagem: Foco do Brasil

O presidente Bolsonaro começou a semana conversando com apoiadores no Palácio do Alvorada nesta segunda-feira (14). Além das fotos e do bate-papo descontraído, como de costume, o presidente falou sobre as eleições do ano que vem, adversários, Senado americano x Senado brasileiro, Copa América e a última motociata.

“Alguém esteve na passeata em são Paulo, no sábado aí?”, questionou Bolsonaro relembrando o passeio motociclístico ocorrido em São Paulo no sábado (12), no qual ele participou como convidado. O evento “Acelera para Cristo” reuniu milhares de motociclistas que percorreram cerca de 130 km. Após o passeio o presidente discursou para uma multidão que gritou diversas palavras de ordem como: “nossa bandeira jamais será vermelha”, “eu vim de graça” e “mito”, o público também protestou contra o govenador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB).

Os visitantes do Alvorada não deixaram de fora, durante a conversa com Bolsonaro, as eleições do próximo ano. “2022 é primeiro turno!”, gritou uma apoiadora que foi imediatamente respondida pelo presidente.

“Vocês não sabem o que é uma cadeira presidencial para desejar 22 pra gente. Vocês estão tendo uma demonstração clara de quem dominava o Brasil. Eles querem voltar a qualquer custo, mas não é apenas aquele pessoal dos nove dedos, não. Tem mais gente também mal-acostumada.”

Um outro visitante falou sobre Dória ter se tornado governador usando o nome de Bolsonaro, ele respondeu: “Vocês estão conhecendo essas pessoas por aí”. O visitante voltou a insistir: “ele usou teu nome” e Bolsonaro encerrou afirmando: “sede de poder. Ele não consegue administrar o estado dele e quer comandar o Brasil.”

Uma visitante comentou sobre a possibilidade de candidatura de Zema (governador de Minas Gerais) à presidência da República e Bolsonaro disse que não iria discutir política e encerrou perguntando: “Minas tem dois candidatos lá, né?”

O Senado dos Estados Unidos também esteve na pauta do encontro entre o presidente e seus apoiadores.

“Vocês estão acompanhando o Senado americano investigando a origem do vírus e possíveis medicamentos para a cura? Bem diferente disso que tá acontecendo aqui”, disse Bolsonaro se referindo à CPI da covid-19, no Senado brasileiro. “O Renan falou claramente que não quer apurar desvios de recursos. Ele deveria apurar, porque ele é especialista nisso”, concluiu Bolsonaro.

Questionado sobre uma possível ida a Pernambuco, ele disse não saber, mas afirmou que há obras e títulos para serem entregues no estado e destacou a importância desses títulos para a libertação do povo. “Um dos motivos que o MST não invade mais terra é que a gente tá dando título para o pessoal, né. Antigamente eles ficavam sem, ficavam sendo escravizados pelo PT, que obrigava os caras a entrarem em ônibus para invadir propriedade, tocar fogo, et cetera.”

O presidente também falou sobre Copa América.

“Alguém viu o futebol, ontem da Copa América? Quem foi contra não poderia ter visto, né?”

Um visitante questionou se Bolsonaro teria visto uma manchete “Bolsonaro assiste futebol, Copa América, no SBT“.

“Não, é que a Copa América transmite covid, as outras não. Eu assisto Copa América. Eu tirei uma foto ontem com a camisa da Havan que está patrocinando a Copa, né, e apontando o SBT.

O jogo de estreia da Copa América ocorreu no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, neste domingo (13) e foi transmitido pelo SBT. O Brasil venceu a Venezuela por 3 a 0 com gols de Marquinhos, Neymar e Gabriel Barbosa.

Compartilhe:

PRÓXIMAS NOTÍCIAS