Foco do Brasil

Bolsonaro é homenageado e destaca a relevância da Ciência e Tecnologia Andreia Luiza Matias - 25/06/21 17:34

Imagem: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro visitou nesta sexta-feira (26) o Parque Tecnológico de Sorocaba (SP). O parque fica a 400 quilômetros da capital paulista. No local, Bolsonaro participou da inauguração do Centro de Excelência em Tecnologia 4.0 e conferiu facilidades da internet 5g, para o agronegócio, no Brasil.

Após demonstrações de uso da tecnologia 5G no campo, o presidente foi homenageado pelo prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos), que quebrou o protocolo, entregou ao presidente um troféu de reconhecimento pelo apreço de Bolsonaro pela cidade. “O senhor sempre será bem-vindo, aqui na cidade de Sorocaba”, disse o prefeito.

Bolsonaro discursou durante a cerimônia e enfatizou a importância da ciência e da tecnologia para o país: “todos vocês sabem que o país que não desenvolve sua ciência, sua tecnologia está condenado a ser escravizado por outros que detêm tecnologias.”

O presidente também destacou que foi o agro que segurou a economia brasileira em 2020.

“O homem do campo não ficou em casa. Se tivesse ficado seria um desastre. Assim como o governo federal fez de tudo para que nada fosse fechado no Brasil. Porque os problemas que tínhamos no ano passado, temos em parte ainda no corrente ano, eram gravíssimos: o vírus e o desemprego, mas trabalhamos arduamente nestas questões.”

Bolsonaro falou sobre os índios que estão iniciando na atividade do agronegócio e destacou a aprovação do texto-base da proposta que muda as regras para a demarcação de terras indígenas. O projeto foi aprovado com 40 votos a favor e 21 contrários. Segundo o presidente a proposta garante muitos direitos aos índios.

“Nós temos 14% do território brasileiro demarcado como terra indígena. E nós queremos cada vez mais, via Funai (Fundação Nacional do Índio), via parlamentares, integrar o índio à sociedade e essa tecnologia é muito bem-vinda.”

O presidente também ressaltou as riquezas do solo brasileiro e a importância da tecnologia para valorizar essas riquezas, que exportadas para outros países sem ser dado o devido valor.

Nós sabemos que o Brasil tem em seu solo praticamente tudo aquilo que existe na tabela periódica, mas em grande parte nós mandamos para fora esses minerais, esses elementos sem que ele tenha agregado valor. E só com tecnologia que nós podemos realmente agregar valor àquilo que nós temos, porque isso um dia se acaba e se acabar obviamente passaremos talvez a importar de quem tem ou quem, porventura, reservou o que nós exportamos para eles.”

Bolsonaro reconheceu o empenho dos profissionais que trabalham nas áreas de ciência e tecnologia: “esses trabalhos de todos vocês que eu cumprimento nesse momento é muito importante, não apenas para o nosso futuro, obviamente até para nossa sobrevivência. Essa união, essa forma de trabalhar com o coração aberto, buscando o melhor, buscando parcerias é que escreverá o futuro da nossa nação.”

Durante a visita Bolsonaro também elogio o ministro Marcos Pontes, falou sobre sua competência e o caráter técnico de sua escolha, diferente de governos anteriores que escolhiam seus ministros por questões políticas. O presidente falou da roubalheira em estatais, durante governos passados, que davam prejuízo e hoje as mesmas estatais dão lucro. Bolsonaro disse que o Brasil vai investir ainda mais em tecnologia e que o país pode ser próspero como o Japão, a Coreia do Sul e Israel.

Bolsonaro falou sobre o caso da Covaxin, que está sendo discutido na CPI do Senado: “não recebi uma só vacina, não paguei um centavo e estou sendo acusado de corrupção. Querem o quê? A volta do quê? Daquela cambada que existia no passado?”

Compartilhe:

PRÓXIMAS NOTÍCIAS