Foco do Brasil

Bolsonaro destaca iniciativa para proteger meio ambiente e gerar emprego e renda Andreia Luiza Matias - 15/10/21 10:25

Imagem: Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse por meio do Twitter, na manhã desta sexta-feira (15), que até novembro 10 cidades vão receber ecopontos para coleta de lixo eletroeletrônico e de aparelhos eletrônicos domésticos. Segundo o presidente, a implantação do sistema de logística reversa busca acabar com o descarte de aparelhos em rios, terrenos baldios e lixões. A iniciativa faz parte do Programa Lixão Zero.

O chefe do executivo também disse que fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes participarão da logística do sistema de coleta dos produtos inutilizáveis em parceria com estados, municípios e associações de recicláveis.  A objetivo do Governo Federal é que até 2025, quatrocentas cidades tenham centrais de destinação desse tipo de lixo funcionando.

Com isso, lixões de grandes centros urbanos e rios deixam de receber o descarte de aparelhos como celular, TV, ventilador e fogão, uma vez que haverá espaços específicos para que o lixo eletrônico seja depositado.

De acordo com o secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), André França, o governo está preocupado com o meio ambiente. Além disso, a iniciativa ainda deve gerar emprego e renda, por exemplo, para catadores de materiais recicláveis, por meio de cooperativas cadastradas.

Compartilhe:

PRÓXIMAS NOTÍCIAS